Loading...

Resumo sobre Ajuste a Valor Presente

Foi introduzido expressamente na Lei o desconto a valor presente para contas a receber e pagar de longo prazo.

Definição:

  É a estimativa do valor corrente de um fluxo de caixa futuro.

CPC 12

 

Mudanças na lei e o CPC:

 - Art. 183, VIII da Lei nº 11.638/07

os elementos do ativo decorrentes de operações de longo prazo serão ajustados a valor presente, sendo os demais ajustados quando houver efeito relevante.

- CPC 12, item 21

os elementos integrantes do ativo e do passivo decorrentes de operações de longo prazo, ou de curto prazo quando houver efeito relevante, devem ser ajustados a valor presente com base em taxas de desconto que reflitam as melhores avaliações do mercado quanto ao valor do dinheiro no tempo e os riscos específicos do ativo e do passivo em suas datas originais.

 

De acordo com o CPC, o ajuste será feita através de conta retificadora (juros a apropriar ou encargos/ receitas financeiros a transcorrer) para que não se perca os valores originais. Utilizando nesse método, o da taxa efetiva de juros, sendo aplicada antes dos impostos.

 

  • Para determinação:
    1. o valor do fluxo futuro;
    2. a data em que esse fluxo ocorrerá; e
    3. a taxa de desconto que deve ser utilizada.

Contabilização:

  • contas ativas:
    O registro do ajuste a valor presente deverá ocorrer já no momento inicial da transação.

    Exemplo:
      • Uma empresa vendeu um produto pelo valor prefixado de R$ 10.000, para ser recebida daqui a 14 meses, e que a taxa de juros da operação, conhecida, seja de 2% a.m. Os registro são:
        • Débito: contas a receber a longo prazo (não circulante)                      R$ 10.000,00
        • Crédito: receita bruta de vendas                                                                R$ 10.000,00
        • Débito: receita bruta de vendas                                                                  R$ 2.421,25
        • Crédito: receita financeira a apropriar                                                     R$ 2.421,25

          Devendo ser reconhecida mês a mês no resultado do período.
  • contas passivas:
    Exemplo:
      • Empresa comprou uma máquina a prazo no valor de R$ 50.157, a qual será paga em 5 parcelas anuais de R$ 10.031. A taxa de juros contratada nessa operação é de 20% a.a. Os registro são:
        • D: máquinas                                   R$ 30.000 (valor presente)
        • D: encargos financeiros
               a transcorrer                             R$ 20.157 (redutora do passivo)
        • C: financiamentos                         R$ 50.157

 

Fica aqui mais um resumo para estudar.

 

Fonte: Manual de Contabilidade Societária – FIPECAFI

Autor: Mauro Garcia

COMPARTILHAR:

+1

author

Este post foi escrito por: Mauro Garcia - Blog do UC

Graduado em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Piauí | Sub-Controlador na Prefeitura Municipal de Luzilândia-PI | Moderador do Blog do UC | Frase: "Não se trata de bater tão duro, se trata de quanto você consegue apanhar e seguir em frente." *** -- "Blog voltado à troca de informações dentro da área de Contabilidade." -- ***

(O conteúdo deste Blog é direcionado especificamente para fins didáticos. | É permitida a utilização das informações nele contidas, desde que citadas as fontes. | Este Blog é constantemente atualizado. | Deixe críticas e sugestões em DÊ SUA OPINIÃO.) | DEIXE ABAIXO SEUS COMENTÁRIOS!

Receba gratuito para sua Caixa de Email
© Copyright Blog do UC| Traduzido Por: Mais Template | Designed By Code Nirvana
Back To Top